31.3.08

No Sofá

Foi sintonia...
Seus corpos nem precisaram de se tocar,
ele quente, ela fervia

Quando os lábios se encostam,
as liguas se cruzam
dedos se entrelaçam

Tocaram seus corpos...

Ela desceu pelo peito dele
Tocou

Beijou, desceu

Beijou...

Lambusou ...

Ele perde o Norte...

Ela abre as pernas,

Ele acaricia-a

Penetrou com seus dedos
Ela gemeu

Montaram-se no sofá
Mordem-se entre almofadas

Corpos estremecem,
beijos lambidos
lingua no ouvido
respiração ofugante


Seios endurecidos
dedos que os apertam


Fluidos que escorreram...


Vamos para o sofá?







2 comentários:

eroticwoman disse...

que blog quente!!!

CamaReira disse...

Sofá, cama, chão, a essa altura já nada importa a não ser acalmar o fogo que sobe cada vez mais.

Beijos Ardentes